contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Renovação da concessão do pedágio segue para Assembleia


Por: Garon Piceli

Publicado em:

O Projeto de Lei Complementar (PLC) 02/2015, exigindo que alterações nos contratos de pedágios nas rodovias paranaenses deve passar pela Assembleia Legislativa do Paraná, será votado na terça-feira (21) pelos deputados estaduais.

O anúncio foi feito na tarde desta sexta-feira (17), pelos deputados Ademir Bier e Chico Brasileiro durante a audiência pública organizada pela Frente Parlamentar contra a Prorrogação dos Contratos de Pedágio, na Câmara Municipal de Foz do Iguaçu. Pela manhã, o debate foi realizado no auditório da Associação Comercial e Industrial de Cascavel (ACIC), em Cascavel.

Em Foz, a audiência contou com a presença de nove deputados estaduais, do deputado federal, Sérgio de Oliveira, de vereadores e de diversos líderes de vários setores produtivos e organizados da cidade e dos municípios vizinhos.

Chico Brasileiro abriu os trabalhos dizendo que os parlamentares não são contra o pedágio, mas sim aos valores abusivos, à unilateralidade das decisões e ao não cumprimento das obras fundamentais que os paranaenses aguardam. “É um modelo defasado e caro”.

Ademir Bier, destacou que as audiências seguirão para outras cidades paranaenses. O objetivo é corrigir um erro histórico, cometido entre 1995 e 1996, e que custa muito caro a um dos estados mais pujantes do País. “Nesses 20 anos, a população não foi ouvida e não há transparência nos contratos”, afirmou o parlamentar.

Projeto
Bier acredita que o projeto 02/2015, de autoria de deputado Tercílio Turini, que repassa à Assembleia Legislativa a responsabilidade de dar a palavra final em temas tão relevantes e do interesse de tantas pessoas será aprovado, pois já passou pela Comissão de Justiça e a maioria dos deputados é contra os atuais contratos. Dos 51 parlamentares paranaenses, até esta sexta-feira (17), 32 já haviam aderido à Frente Parlamentar. “Caberá depois o Governador Beto Richa sanciona-lo”.

Segundo o secretário-executivo do Programa Oeste em Desenvolvimento, Jaime Nascimento, esta votação é uma conquista para a Frente Parlamentar, mas também para o Programa, pois o primeiro debate sobre o tema foi convocado pela Câmara Técnica de Infraestrutura e Logística do POD. “Realizamos dois debates; em Foz e Cascavel. Escrevemos uma carta, com o aval de 400 lideranças, que foi entregue ao Governador Beto Richa e à então Presidente da República, Dilma Rousseff”, disse. O documento pede a não-renovação antecipada dos contratos e a realização de novas licitações.

Prejudicial
Para Chico Brasileiro, o atual modelo é prejudicial à economia do Paraná, sobretudo à região oeste. Embora o setor produtivo seja o principal prejudicado, o turístico também acaba sendo afetado. “Toda população está pagando. Queremos novas licitações”. Segundo ele, as concessionárias não realizaram as obras previstas. Deixaram para o fim do contrato e podem não ser feitas”.

O deputado estadual Professor Lemos afirmou que o debate é pertinente e necessário e que a Taxa de Retorno às empresas é elevada demais. Já para Márcio Pacheco, há uma enorme incoerência em querer prorrogar os atuais contratos, que têm sido extremamente ruins para a sociedade e para quem trabalha e produz. “Essa é uma concessão reprovada pelos paranaenses, então por que continuar com ela?”, questionou. 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Parceria

Anúncio

Assine

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz