Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2018 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Retrospectiva Março – Cadu confessa em Foz que matou Glauco Número de casos de dengue ainda alarmaram o mês

Número de casos de dengue ainda alarmaram o mês


Por: Garon Piceli

Publicado em:

 

 

H1N1 – O vírus que espantou os brasileiros em 2009 foi amenizado no começo de março com a chegada da vacina. O primeiro lote da vacina chegou em Foz do Iguaçu no dia 05 de março e a imunização contra a gripe começou na mesma semana.

Islâmicos comemoraram Mohammed – Atividades internas entre os islâmicos marcou o mês de março pela celebração do nascimento do criador da religião. A data escolhida para a celebração, fixada somente no calendário lunar, é lembrada ao redor do mundo por mais de um bilhão de muçulmanos no dia 9 da primeira primavera desde 570 dC.

Atletismo – O atleta da Associação dos Corredores de Rua de Foz (Acorrefoz) Ramão Benitez Arce disputou em março a prova rústica de Roque Saenz Peña, na província de Chaco, na Argentina, distante 800 quilômetros de Foz do Iguaçu. O evento teve percurso de 8,3 quilômetros, com largada às 17 horas, sob uma temperatura de 38 graus.

Dengue – A doença típica do verão tirou o sossego dos iguaçuenses no terceiro mês do ano. Além de Foz, com 316 casos confirmados de dengue no mês a situação foi preocupante também em Medianeira, com 553 casos.

Glauco – O estudante Carlos Eduardo Sundfeld Nunes, 24 anos, o Cadu, revelou em Foz do Iguaçu ter matado a tiros o cartunista Glauco Vilas Boas, 52, e o filho dele, Raoni. Depois de cometer o duplo homicídio contra a família Vilas Boas, Cadu ficou três dias escondido num matagal até decidir refugiar-se na fronteira do Brasil com o Paraguai.

R$ 3 milhões – Foi o valor repassado para o município investir em segurança pública pelo Pronasci. A ideia do governo local foi dividir a cidade em 12 regiões atendidas por uma equipe específica de guardas municipais coordenada por um xerife do bairro.

 

Especial Retrospectiva 2010

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Categorias

Logo do ClickFoz