contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Secretaria divulga novo boletim sobre a gripe no Paraná Neste ano já foram registradas 800 amostras positivas; 376 dizem respeito ao vírus H1N1

Neste ano já foram registradas 800 amostras positivas; 376 dizem respeito ao vírus H1N1


Por: Leca

Publicado em:

A Secretaria de Estado da Saúde informa novos números sobre a gripe no Paraná. De acordo com o sexto boletim informativo da doença divulgado nesta segunda-feira (15), neste ano já foram registradas 800 amostras positivas para gripe. A maioria diz respeito ao vírus Influenza A H1N1 (376), seguido pelo vírus Influenza B (292) e pelo Influenza A H3N2 (130). Outras duas amostras foram pelo vírus Influenza A, mas sem distinção do subtipo viral.

O novo boletim também traz mais oito mortes pela doença no Estado. Elas ocorreram entres os dias 11 e 29 de junho. Os pacientes eram moradores de Santana do Itararé (2), Campo Mourão, Marialva, Curitiba, Piraí do Sul, Cianorte e Guarapuava. Das novas mortes, seis tinham doenças crônicas que contribuíram para o agravamento do quadro clínico dos pacientes.

De acordo com os prontuários dos pacientes, seis procuraram atendimento médico tardiamente, ou seja, pelo menos três dias após o início dos sintomas. A orientação da secretaria é que o tratamento seja iniciado preferencialmente nas primeiras 48 horas, visto que o medicamento antiviral (Oseltamivir) é mais eficaz neste período.

Números – Nesta segunda-feira (15) foram divulgados os novos números da gripe no Estado. De acordo com o sexto boletim informativo da doença, neste ano já foram registradas 800 amostras positivas para gripe. A maioria diz respeito ao vírus Influenza A H1N1 (376), seguido pelo vírus Influenza B (292) e pelo Influenza A H3N2 (130). Outras duas amostras foram pelo vírus Influenza A, mas sem distinção do subtipo viral.

O novo boletim também traz mais oito novas mortes pela doença no Estado. Elas ocorreram entres os dias 11 e 29 de junho. Os pacientes eram moradores de Santana do Itararé (2), Campo Mourão, Marialva, Curitiba, Piraí do Sul, Cianorte e Guarapuava. Das novas mortes, seis tinham doenças crônicas que contribuíram para o agravamento do quadro clínico dos pacientes.

De acordo com os prontuários dos pacientes, seis procuraram atendimento médico tardiamente, ou seja, pelo menos três dias após o início dos sintomas. A orientação da secretaria é que o tratamento seja iniciado preferencialmente nas primeiras 48 horas, visto que o medicamento antiviral (Oseltamivir) é mais eficaz neste período.
 

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz