contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Servidores Federais paralisam trabalhos nesta quarta-feira, 27 Com apitos e muito barulho, manifestantes reivindicaram o direito a Indenização de Fronteira

Com apitos e muito barulho, manifestantes reivindicaram o direito a Indenização de Fronteira


Por: Lauane de Melo

Publicado em:

Na manhã desta quarta-feira, 27, vários servidores públicos, da Receita Federal, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Fiscais do Trabalho e do Ministério da Agricultura, fizeram um ato pacífico em frente à aduana brasileira entre o Brasil e o Paraguai.

Com apitos, faixas e até fogos de artifícios, os trabalhadores reivindicavam a regulamentação da lei que criou o adicional de fronteira, entretanto, que ainda não foi colocado em prática. A manifestação acontece em diversas delegacias do Brasil, localizadas em faixas fronteiriças. Por quase duas horas, os cerca de 120 manifestantes entregaram panfletos informativos aos motoristas e se concentraram na divisa dos dois países.

Em 2011, a Presidência da República lançou um Plano Estratégico para reforçar a segurança e promover ações nas áreas de fronteira. Porém, as medidas que atenderiam diretamente os servidores fronteiriços, conforme informou a delegacia sindical de Foz do Iguaçu, até hoje, não foram realizadas.

Por isso, a principal reivindicação dos servidores é para que seja regulamentada a Lei 12.855, que foi sancionada há três meses. O regulamento consiste na chamada Indenização de Fronteira. Esta da o direito ao trabalhador a receber 91 reais a mais no salário, a cada jornada de oito horas trabalhadas em postos de fronteira.

Como hoje não há diferenciação nos salários, a maioria dos servidores não opta por trabalhar nas divisas do país. Por isso, estas áreas possuem um déficit de funcionários, o que dificulta na fiscalização dos produtos que ingressam ao Brasil. Atualmente, cerca de 5 mil servidores têm direito ao benefício, mas ainda não recebem.

 

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz