Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2018 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Cultura em Foz do Iguaçu

Sesc PR promove em Foz e em outras 22 cidades semana dedicada à literatura Evento será realizado de 18 a 23 de setembro

Evento será realizado de 18 a 23 de setembro


Por: Assessoria

Publicado em:

De 18 a 23 de setembro, o Sesc PR promove em todo o estado uma das maiores feiras e encontros literários do Brasil, a 36ª edição da Semana Literária Sesc PR e Feira do Livro. O evento ocorre simultaneamente em Foz do Iguaçu e em outras 22 cidades paranaenses. Neste ano, a programação traz como tema central a “Literatura e(m) movimento: travessias do tempo e do espaço”.

“Durante seis dias, reuniremos mais de 425 atividades, entre mesas-redondas, oficinas, apresentações artísticas, exibição de filmes, entre outras; com a presença de mais de 160 convidados, além de livrarias e editoras universitárias presentes”, revela a diretora de Educação, Cultura e Ação Social do Sesc PR, Maristela Massaro Carrara Bruneri.

A semana proporá uma reflexão sobre a literatura e o potencial que ela tem de trânsito. “A ideia de trânsito se desdobra em várias compreensões. Mobilidade pode se referir à literatura como sendo capaz de estabelecer interfaces com a música, a dança, a performance, as artes plásticas, a memória, contaminando-as com características através do tempo e do espaço”, destacam os curadores da Semana Literária.

Em todo o estado, editoras e livrarias comercializarão livros com descontos sobre o valor de capa. A expectativa é que em todo o evento, nas 23 cidades, mais de 40 mil livros sejam comercializados.

A programação completa  está disponível no site www.sescpr.com.br/semanaliteraria.

Confira a programação para Foz do Iguaçu:

PROGRAMAÇÃO INFANTOJUVENIL

18/09 (seg) – 9h | 14h | 19h

ESPETÁCULO: (em definição, depende de processo de cotação)

Público: a partir de 6 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

18/09 (seg) – 9h | 14h

Palestra: Rock & Literatura

Com Gelson Bini (Jaraguá do Sul, SC)

A literatura e a música são linguagens artísticas fundamentais e essenciais para a formação do ser humano. O bate-papo Guia de Leitura-Rock evidencia as convergências entre essas duas linguagens. Através da mediação de leitura e apresentação de textos de escritores nacionais e estrangeiros, encadeados com exibição de vídeos de várias bandas – do rock psicodélico ao post-punk inglês – a palestra pretende apresentar e ampliar o repertório de tipologias textuais de escritores e músicos.

Gelson Bini é mediador de leitura, contador de histórias e mediador de debates literários. É idealizador e assessor responsável pelo projeto Guia de Leitura, selecionado durante quatro anos consecutivos (2011 a 2014) pelo projeto Arte da Palavra do Sesc SC, percorrendo 22 cidades em todo o estado de Santa Catarina. Atua no ramo literário há mais de 10 anos. Como assessor do projeto Guia de Leitura, participou de importantes projetos voltados à mediação de leitura e formação de leitores em várias regiões do país.

Público: a partir do 8º ano do ensino fundamental.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

19/09 (ter) – 9h | 14h | 19h

Espetáculo: Porongal

Com Cia. Contacausos (Chapecó, SC)

Era uma vez uma menina e um pé de cabaça. A cabaça era encantada: virava casa de passarinho, cuia de chimarrão, instrumento musical, berimbal, esconderijo e belo embornal. Porongal é a junção das histórias que constituem a mistura do que é o povo brasileiro.

Contar histórias, compartilhar a sabedoria popular e dar voz à cultura oral do Brasil são objetivos da Cia ContaCausos. Desde 2010, ano de sua criação, se propõe a pesquisar, registrar e difundir a arte da narrativa oral por meio da produção e apresentações de espetáculos de narração de histórias.

Público: a partir de 6 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

20/09 (qua) – 9h | 14h

Espetáculo: Girolescas Narrativas

Com a Cia. Girolê (Curitiba, PR)

Sinopse: o espetáculo traz algumas histórias do repertório da Cia Girolê ao longo de seus 10 anos, apresentando lendas, contos e fábulas brasileiras, mesclando com histórias pertencentes ao folclore universal. Girolescas Narrativas apresenta as atrizes Caroline Casagrande e Cléo Cavalcantty.

Sobre a companhia: a Cia. Girolê iniciou suas atividades em 2006, em Curitiba – PR. Desenvolve montagens de espetáculos de contação de histórias a partir de uma dramaturgia própria, ou adaptações de literatura e poesias com foco no universo infantil. Utiliza no seu processo criativo elementos das artes cênicas, visuais e musicais, que buscam enriquecer o diálogo com o público, estimulando o olhar imagético, poético e crítico. É composta pelas artistas Caroline Casagrande, Cléo Cavalcantty e Moira Albuquerque.

Público: a partir de 6 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

20/09 (qua) – 19h

Espetáculo: O menino do tambor

Com Andréia Paris (Juazeiro do Norte, CE)

Sinopse: Volta ao mundo em 8 histórias: primeira parada: Índia apresenta O Menino do Tambor, primeiro espetáculo do projeto, livremente inspirado no conto tradicional indiano “O Tocador de Tambor”, do estado de Guzerate, costa ocidental da Índia, recontada por Shenaaz Nanji e Christopher Corr. Nessa versão, é escolhida a linguagem do palhaço para introduzir o público à comida, à música, à dança, à vestimenta e aos cheiros indianos. Dançando e brincando, a palhaça Fuinha, a seu modo, faz todos viajarem ao centro do grande coração de Gopal, herói desta história.

Andréia Paris é atriz desde 1998. Doutora (2016) em Teatro pela Universidade do Estado de Santa Catarina, com reflexão teórico-prática sobre a composição e percepção do ritmo no trabalho do ator e na cena. Possui bacharelado em Interpretação Teatral pela Universidade Estadual de Londrina (2002-2005) e o título de mestre em Teatro pelo Programa de Pós-Graduação da Universidade Estadual de Santa Catarina (2008-2010).

Público: 3 a 8 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

21/09 (qui) – 9h | 14h | 19h

Espetáculo: Histórias assombradas para borrar as calças

Com Cia. Ih, Contei! (Rio de Janeiro, RJ)

Histórias assombradas da cultura popular ganham forma e voz nessa divertida sessão de histórias, que leva para o palco contos passados de pai pra filho. O espetáculo é formado por três histórias que foram desenvolvidas a partir de uma extensa pesquisa de contos e fábulas que ainda estão presentes no imaginário popular. Histórias narradas de ponta a ponta do Brasil.

A Ih, Contei! Surge em 2014 com o contador de histórias Leandro Pedro e a pedagoga Andrea Ribeiro, com o propósito de desenvolver oficinas de contação de histórias para pais e educadores. Hoje a companhia desenvolve diversas ações como espetáculos teatrais, sessões de histórias, oficinas artísticas, cursos, dentre outras. Nossa função é desenvolver espaços onde brincar e ensinar é pura arte.

Público: a partir de 6 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

22/09 (sex) – 9h | 14h

Espetáculo: A rã metida e outras histórias

Com Cia. Ih, Contei! (Rio de Janeiro, RJ)

Público: a partir de 6 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

ma sessão de histórias com contos da cultura Brasileira. Cada sessão de histórias envolve brincadeiras populares, histórias de assombração e lendas do nosso folclore. Histórias contadas com objetos, sons e adereços cênicos. Em cada sessão são apresentadas três narrativas. As sessões de histórias propõem a construção de uma atmosfera de convivência e compartilhamento sensível entre cada participante. O público é convidado a se unir para instigar a imaginação, brincar e interagir com as histórias.

A Ih, Contei! Surge em 2014 com o contador de histórias Leandro Pedro e a pedagoga Andrea Ribeiro, com o propósito de desenvolver oficinas de contação de histórias para pais e educadores. Hoje a companhia desenvolve diversas ações como espetáculos teatrais, sessões de histórias, oficinas artísticas, cursos, dentre outras. Nossa função é desenvolver espaços onde brincar e ensinar é pura arte.

PROGRAMAÇÃO ADULTA

18/09 (seg) – 20h

Mesa-redonda: Formação de leitores e multiletramento

Com Gloria Kirinus (Curitiba, PR)

Mediação: Gelson Bini (Jaraguá do Sul, SC)

A proposta é refletir sobre o incentivo à leitura e a formação de leitores, com o intuito de apontar algumas possibilidades que contribuam para o aumento qualitativo e quantitativo de leitores em nossa comunidade, sobretudo, no que concerne ao trabalho dos professores das escolas de educação básica.

Glória Kirinus se pergunta: sou peruana do Brasil ou brasileira do Peru? Há mais de 30 anos, é autora de literatura infantojuvenil e de livros teóricos, no Brasil e no exterior, por estas editoras: Paulus, Paulinas, Cortez, Edelbra, DCL, Melhoramentos, Larousse Junior, Inverso e San Marcos. Atua intensamente na vida acadêmica. É pós-doutora em Sociologia pela Universidade de Sorbonne/Paris, com a tese “Tempo de Maradigmas”. Dra. em Teoria Literária e Literatura Comparada pela USP; mestrado em Literatura Brasileira pela PUC-RJ e especialização em Literatura Brasileira pela UFPR. Atua como professora em módulos de pós-graduação, em diversas cidades do Brasil. Seu nome é creditado em bibliotecas escolares, turmas de formandos de pós-graduação, homenagens em Feiras de Livros, blogues e outros espaços de Leitura. Conferencista em eventos nacionais e internacionais. Criadora e ministrante da oficina de criação literária e vitalidade poética, “Lavra-Palavra”.

Público: a partir de 15 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

19/09 (ter) – 20h

Mesa-redonda: Poesia contemporânea

Com Douglas Diegues (Rio de Janeiro, RJ)

Mediação: (em definição, depende de processo de cotação)

A ideia é discutir com poetas convidados as possibilidades de trânsito da poesia na vida cultural contemporânea, quais lugares a poesia ainda consegue ocupar e quais são os caminhos futuros desse gênero cuja morte é anunciada continuamente, mas que ainda assim resiste.

Douglas Diegues é um poeta brasileiro, nascido no Rio de Janeiro em 1965. Estreou em 2003, com o volume Dá Gusto Andar Desnudo por Estas Selvas, seguido de Uma Flor na Solapa da Miséria (Buenos Aires: Eloisa Cartonera, 2005), Rocio (Asunción: Jakembo Editores, 2007), El Astronauta Paraguayo (Asunción: Yiyi Jambo, 2007), La Camaleoa (Asunción: Yiyi Jambo, 2008), DD Erotikon & Salbaje (Asunción: Felicita Cartonera, 2009), Sonetokuera en aleman, portuniol salvaje y guarani (Luquelandia: Mburukujarami kartonera, 2009), Triple Frontera Dreams (Buenos Aires: Interzona Editora, 2017) entre outros. Vivendo na fronteira entre o Paraguai e o Brasil, compõe na língua da região, o portunhol. Ele fundou a primeira editora cartoneira do Paraguai, a YIYI JAMBO em Assunção, que publica em edições artesanais autores do Brasil e do Paraguai. Já publicaram o Xico Sá, Joca Reiners Terron, Ronaldo Bressane, entre outros.

Público: a partir de 15 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

20/09 (qua) – 20h

Mesa-redonda: Literatura, cidades e comunidades

Com Sérgio Vaz (São Paulo, SP) e Marcelino Freire (São Paulo, SP)

Mediação: (em definição, depende de processo de cotação)

A proposta deste encontro é abordar alguns tipos de relações sociais do mundo contemporâneo marcadas por códigos muitas vezes confusos, que mudam com rapidez e imprevisibilidade. Como estas relações se processam nas cidades e no interior delas – nos grupos que se formam a partir de interesses comuns – e também como se apresenta a voz das comunidades neste processo de trânsito contínuo. A literatura com todo seu potencial de trânsito pode estabelecer conexões? Como a literatura pode discutir temas intrínsecos a esta modernidade, como solidão, afetividade, encontro e desencontros.

Sergio Vaz nasceu em Ladainha, MG, mas aos quatro anos mudou-se com a família para São Paulo. É cofundador do Sarau da Cooperifa, autor do projeto Poesia Contra Violência, que percorre escolas públicas incentivando a leitura e a criação poética. Autor de oito livros como Literatura, Pão e Poesia, Subindo a ladeira Mora da noite. Recebeu diversos prêmios, entre eles o Transformadores (Revista TRIP), Unicef, Heróis Invisíveis. Eleito pela revista Época em 2019 como uma das 100 pessoas mais influentes do Brasil.

Marcelino Freire nasceu em Sertânia, PE. Viveu no Recife e, desde 1991, reside em São Paulo. É autor, entre outros, dos livros “Angu de Sangue” (Ateliê Editorial) e “Contos Negreiros” (Editora Record – Prêmio Jabuti 2006). Criou a Balada Literária, evento que, desde 2006, reúne escritores, nacionais e internacionais, pelo bairro paulistano da Vila Madalena. No final de 2013, publicou seu primeiro romance, intitulado “Nossos Ossos” (Record), publicado também na Argentina, pela editora Adriana Hidalgo, e na França, pela editora Anacaona, com o qual ganhou o prêmio Machado de Assis 2014 de Melhor Romance pela Biblioteca Nacional.

Público: a partir de 15 anos.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

21/09 (qui) – 20h

Sarau Panambi: Poesia em Português, Guarani, Quéchua, Espanhol, Francês e Inglês

Com Cristiane Grando (org.), Ligia Andrade, Eva Palavecino, Aissatou Diallo, Karina Nazario, Dayana Limachi, Jesús González, Samuel Limachi, Rafael Matos, Rocío Tovar, Alicia Rolon e Denis Delvalle

Sarau conduzido por professoras, bolsistas e voluntários ao projeto Panambi, com o microfone aberto para o público presente participar do momento. O projeto Panambi realiza atividades como leitura de poesia, encenação de textos poéticos, performances, danças e brincadeiras, com crianças e adolescentes de escolas públicas da cidade.

Público: livre.

Participação: aberto ao público em geral e disponível para o agendamento de grupos pelo telefone (45) 3576-1300.

22/09 (sex) – 20h

Show: Cancioneiro Latinoamericano

Com Sofia Goulart (voz), Tiago Rossato (gaita ponto), Alisson Ferraz (violão) e Amauri Copetti (percussão)

O espetáculo prioriza a apresentação de grandes obras de compositores latino-americanos, atuando ainda como uma homenagem às cantoras Mercedez Sosa da Argentina e Chavela Vargas do México, mundialmente reconhecidas como ícones do cenário musical deste subcontinente.

Público: a partir de 15 anos.

Participação: aberto ao público geral. Não é necessário retirar convites ou efetuar agendamento.

OFICINA

23/09 (sáb) – 9h às 12h | 14h às 17h

Confecção e manipulação de fantoches para contadores de histórias

Com Cia. Ih, Contei! (Rio de Janeiro, RJ)

Os inscritos primeiro serão orientados a utilizar meias, recortes de tecidos, botões e muita imaginação para criar fantoches baseados em personagens pré-estipulados. Após a confecção de três a quatro fantoches por aluno, inicia-se a segunda parte do curso, onde serão esplanadas técnicas e conceitos da manipulação de fantoches aliadas à arte da narração de histórias.

A Ih, Contei! Surge em 2014 com o contador de histórias Leandro Pedro e a pedagoga Andrea Ribeiro, com o propósito de desenvolver oficinas de contação de histórias para pais e educadores. Hoje a companhia desenvolve diversas ações como espetáculos teatrais, sessões de histórias, oficinas artísticas, cursos, dentre outras. Nossa função é desenvolver espaços onde brincar e ensinar é pura arte.

Público: a partir de 15 anos.

Participação: inscrição gratuita no atendimento da unidade Sesc – Av. Tancredo Neves, 222, Vila A.

Vagas: 25.

EXPOSIÇÕES

Varal Panambi

Varal com poemas e desenhos de crianças e adolescentes da Escola Municipal Cândido Portinari, Biblioteca Comunitária CNI e Colégio Estadual Ipê Roxo.

Vinculado à Pró-Reitoria de Extensão da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (Proex-Unila), o projeto Panambi desenvolve atividades semanais em escolas públicas da cidade. As atividades de performances, leitura e criação de poemas do Panambi acontecem no contraturno escolar.

Coordenação: Cristiane Grando (Unila)

INSTALAÇÃO

Revista Peabiru

A Revista Peabiru é um projeto de extensão da Unila – Universidade Federal da Integração Latino Americana – que conta com a colaboração de professores e alunos de diferentes áreas de conhecimento da universidade e da comunidade. O projeto surgiu com a ideia de produzir uma revista colaborativa para dialogar com o contexto latino-americano e da Fronteira Trinacional (Foz do Iguaçu, Argentina e Paraguai). A revista tem por objetivo contribuir para a integração das diferentes culturas manifestadas pela pluralidade de vozes que ecoam dos territórios e das gentes da América-Latina.

Editora e idealizadora: Michele Dacas (Unila)

EDITORAS E LIVRARIAS

Livrarias Curitiba

Contar a história do Grupo Livrarias Curitiba é contar uma história de sucesso, realizações e amor pelos livros. Líder absoluto na Região Sul no segmento de livros e papelaria, com mais de 50 anos de atuação, o grupo está presente nas cidades de Curitiba (PR), São José dos Pinhais (PR), Londrina (PR), Maringá (PR), Foz do Iguaçu (PR), Ponta Grossa (PR), Balneário Camboriú (SC), Itajaí (SC), Florianópolis (SC), São José (SC), Joinville (SC), Blumenau (SC), Sorocaba (SP) e São Paulo (SP) com 24 lojas, uma editora, um setor de vendas por atacado e uma distribuidora de livros e artigos de papelaria.

http://www.livrariascuritiba.com.br/

Editorial Clan Destino

Com sede em Oberá (Misiones, Argentina) o Editorial Clan Destino é independente. Luis Alberto Zovich, Abigail Zovich e Leandro Giménez escrevem, diagramam e imprimem os livros que mesclam idiomas, em obras de características artesanais mas com qualidade profissional.

http://editorialclandestino.blogspot.com.ar/

Sebo Cultural

O Sebo Cultural Foz está localizado na Rua Jorge Sanways, 623, no Centro de Foz do Iguaçu. Funciona de segunda a sexta, das 8h30 às 18h30, e aos sábados, das 8h30 às 13h30, com música ao vivo. Em um espaço de 300m2, o Sebo Cultural em Foz do Iguaçu é sonho e fruto de quem queria e fez acontecer mais uma destas manifestações. Acompanhou a formação do Sistema Municipal de Cultura (SMC) e juntou-se aos demais livreiros, no Núcleo de Livrarias de Foz, a fim de não serem somente um comércio no centro de Foz, mas um espaço de cultura e lazer, onde estudantes e amantes da literatura se encontram novamente com seus livros da infância, livros perdidos, livro que fizeram parte de suas histórias.

SALA DE LEITURA

Nas Salas de Leitura do Sesc Paraná, são desenvolvidas ações com o objetivo de disseminar o acesso à informação em todo o estado.

Busca-se construir espaços transformadores, capazes de proporcionar apoio efetivo aos processos de alfabetização de crianças e adultos, da descoberta da leitura e formação de indivíduos capazes de fazer escolhas conscientes.

Por meio do acervo de livros de literatura, periódicos e ações dinamizadoras disponibilizadas em nossas unidades – como Varal Literário, Contação de Histórias, Declamação de Poemas, oficinas etc. – oferecemos à população equipamentos culturais democráticos que garantem o direito fundamental do livre acesso à informação.

BALAIO DE HISTÓRIAS

Realização de sessões de contação de histórias no espaço infantil da Sala de Leitura da Unidade, todas as quintas-feiras do ano, com início às 19 horas. O projeto busca incentivar a leitura, enquanto as crianças se acostumam a frequentar o ambiente de uma biblioteca.

Além das sessões semanais, o projeto investe em oficinas para formação e aperfeiçoamento dos contadores da cidade.

CLUBE DE LEITURA

O Clube de Leitura é um espaço de interação com o livro e a leitura de maneira lúdica e estimulante. Leva aos participantes novas experiências por meio de debates, contação de histórias, roda de leitura, entre outras atividades.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Categorias

Anúncio

Logo do ClickFoz