contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Sul do país terá mais doses para a campanha de vacinação contra a gripe Confirmação foi em reunião do Ministério da Saúde aos secretários do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina

Confirmação foi em reunião do Ministério da Saúde aos secretários do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina


Por: Leca

Publicado em:

 
A Campanha Nacional de Vacinação contra a Gripe será antecipada e os três estados da região Sul do País terão mais doses para atender a população. A confirmação foi feita na terça-feira, 26, em reunião do Ministério da Saúde aos secretários da área do Paraná, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. 
 
Foto: AEN
Parané receberá 2,8 milhões de doses da vacina em 2013

 

Em 2012, o Paraná recebeu para a campanha 1,9 milhão de doses. Santa Catarina recebeu 1,5 milhão e o Rio Grande do Sul 1,9 milhão de doses, totalizando 5,3 milhões de doses para a região Sul. Este ano, os três estados receberão 7,7 milhões de doses – 2,8 milhões de doses para o Paraná, 1,8 milhão para Santa Catarina e 3,1 milhões de doses para o Rio Grande do Sul, estado que tem mais idosos e doentes crônicos cadastrados em seus serviços. 
 
“Esse aumento no número de doses possibilitará vacinar outros grupos, além dos tradicionais nas campanhas anuais (crianças até 2 anos, indígenas, trabalhadores de saúde, gestantes e idosos). O ministério definirá quais serão, mas adiantou que entre eles deverão estar os portadores de determinadas doenças crônicas e as mulheres no período pós-parto”, informou o superintendente de Vigilância em Saúde no Paraná, Sezifredo Paz. 
 
Outra reivindicação atendida foi a antecipação da campanha em pelo menos 20 dias, iniciando-se em 15 de abril. Em 2012, a campanha começou em 5 de maio. 
 
Segundo o secretário da Saúde do Paraná, Michele Caputo Neto, o Ministério da Saúde acatou os argumentos técnicos que demonstram que a região Sul é mais vulnerável às doenças respiratórias agudas, como a gripe. "Temos taxas mais elevadas de internamentos hospitalares e índices de mortalidade maiores em relação à gripe do que qualquer outra região do Brasil", disse. 
 
Outros temas relacionados ao controle da doença foram discutidos na reunião, como a garantia de abastecimento do medicamento antiviral, uma campanha de informação aos profissionais de saúde sobre o tratamento dos doentes e, também, como informar à população em geral sobre os grupos prioritários para a vacinação e os cuidados para prevenção da doença.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz