Empresas parceiras

Igushuttle - Destino Iguassu - Passaporte Iguassu - IguFoz - Loumar Turismo
Noite Italiana - Hotel Bella Italia - Águas do Iguaçu Hotel - Bogari Hotel - Iguassu City Tour

contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Tráfico de mulheres é debatido em Foz do Iguaçu Clara Charf, presidente da Associação Mulheres pela Paz, convida população para participar de Encontro Nacional

Clara Charf, presidente da Associação Mulheres pela Paz, convida população para participar de Encontro Nacional


Por: Garon Piceli

Publicado em:

Clara Charf, 87 anos, feminista, está em Foz do Iguaçu para contar sobre sua militância na política pelas qualidade de vida da mulher. A luta pela causa começou há mais de 40 anos, antes mesmo do assassinato pela ditadura militar de seu companheiro Carlos Marighella, fundador e líder da Ação Libertadora Nacional (ALN).

O Portal de Notícias Click Foz do Iguaçu conversou com Clara hoje pela manhã no Hotel Bella Italia, onde logo mais às 19h acontece o Encontro Nacional sobre Tráfico de Mulheres. Clara convida toda a população para participar deste debate, ouça:

 

Tráfico de Mulheres
Clara Charf: "Foz do Iguaçu vive a mesma situação que vive os países da fronteira e os países do mundo, porque esta questão do tráfico de pessoas se generalizou no mundo inteiro e nesta região é muito, muito forte".

Contra a violência da mulher
"Nós começamos esta atividade fazendo a luta pela violência da mulher em casa, a violência doméstica. Depois disso veio a lei 180 [Maria da Penha] e em geral o homem era preso caso o homem fosse o espancador".

O homem contra a violência

"O interessante também que nesta luta nós incorporamos também o homem, creio que foi uma das únicas organizações que convidavam os homens a trabalhar junto com as mulheres contra esta violência. Foi crescendo o trabalho e neste meio tempo começou a tomar um vulto muito grande sobre o tráfico de mulheres".

Mais rentável que o tráfico de drogas

"Não poderíamos ficar de braços cruzados, começamos a fazer pesquisa, contato com as entidades. E é uma coisa espantosa, hoje se supõe que o tráfico de mulheres dá muito mais dinheiro que com drogas. Então consideramos que não se pode ficar indiferente ao que acontece em nosso país".

Salve Jorge
"A novela contribuiu para tornar esse tema público. Muitas pessoas que antes eram indiferentes tomaram consciência de que realmente acontece. E depois da novela vem junto as notícias que começaram a aflorar tomando conta o tráfico de mulheres ".

 

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Categorias

Assine

Logo do ClickFoz