contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Foz do Iguaçu

Vacinação contra a gripe H1N1 ultrapassa a meta inicial em Foz do Iguaçu No entanto, a vacinação de gestantes e adultos de 20 a 39 anos não alcançou o número pretendido

No entanto, a vacinação de gestantes e adultos de 20 a 39 anos não alcançou o número pretendido


Por:

Publicado em:

A Secretaria de Saúde de Foz do Iguaçu divulgou na quarta-feira (28) números da campanha contra a gripe H1N1 no município.  No total 171.362 pessoas foram vacinadas contra a doença. O número é superior ao pretendido inicialmente. No entanto, a meta não foi atingida para dois grupos de risco: adultos de 20 a 39 anos e gestantes.  Principalmente se tratando de gestantes: 2.278 mulheres foram vacinadas, o que representa apenas 55% da meta a ser alcançada. 

Dados até 22/07/2010

 

Meta

 Vacinados

%

Trabalhadores da Saúde

3.251 4.200 129%
Gestantes 5.068 2.778 55%
Doentes crônicos < 60 anos 30.013 73.313 244%
Doentes crônicos > 60 anos 4.333 15.747 363%
Adulto de 20 a 39 anos 115.006 87.519 76%
Crianças de 6 meses a 2 anos 6.898 8.124 118%
 
Total de vacinados   152.379 171.362 112%

 

Segundo a Epidemiologia, até o dia 22 de julho, cerca de três mil crianças ainda não haviam completado o esquema com a segunda dose da vacina. Por esta razão, até esta sexta-feira (30), tanto crianças com idades entre seis meses e nove anos, e gestantes, podem tomar a vacina, o que pode ser feito em todas as unidades de Saúde do município.

No caso de suspeita da gripe H1N1, os médicos estão seguindo um protocolo de atendimento, conforme orientações do Ministério da Saúde. Este ano foram registrados quatro casos da doença. Destes, uma criança de onze anos morreu por complicações causadas pela doença. Os casos de gripe H1N1 estão sendo atendidos nas unidades de Saúde da Atenção Básica, onde passam por avaliação clínica,  exames, e tomam medicação específica (Tamiflu). O protocolo prevê que em casos graves, os pacientes devem ser transferidos para hospitais do município, que deverão contar com unidades de isolamento para pacientes com a enfermidade. A Vigilância Sanitária deve atuar na inspeção da estrutura hospitalar.

Apesar da expectativa de que a vacinação contra a nova gripe reduza os números de casos este ano, as unidades vão estar preparadas para atender as pessoas, que ficam mais vulneráveis a doença , com a baixa temperatura. Os profissionais de saúde que atuam no atendimento inclusive, devem receber uma capacitação específica. O objetivo é garantir um atendimento uniforme e eficaz contra a doença.

Prevenção – A orientação é que a população, sem exceção, mantenha cuidados com a higiene das mãos, seja com álcool ou água e sabão. E, ao espirrar, usar um lenço. Importante não compartilhar talheres e manter ambientes arejados. Mesmo porque existem pessoas em determinadas faixas etárias que ainda não foram vacinadas. Em caso de suspeita de gripe, procurar a unidade de Saúde mais próxima.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz