contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2016 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Esportes em Foz do Iguaçu

“Vôlei ensina a vencer coletivamente”, diz Serginho em Foz do Iguaçu Bicampeão olímpico, conversou neste domingo, 23, com crianças de projetos sociais da cidade

Bicampeão olímpico, conversou neste domingo, 23, com crianças de projetos sociais da cidade


Por: Assessoria

Publicado em:

serginho-do-volei-palestra
Cerca de 500 crianças, de diversos programas sociais de Foz do Iguaçu, assistiram nesta tarde de domingo, 23, a uma palestra com o bicampeão olímpico de vôlei Serginho. Com uma linguagem simples e descontraída, o atleta contou sua trajetória no esporte e as lições que tirou para a vida. O “Bate-papo com Serginho: minha vida no esporte” foi promovido no Hotel Golden Park, pelo programa de voluntariado da Itaipu, Força Voluntária.

Serginho (Sérgio Dutra Santos) falou sobre as muitas dificuldades que encontrou no início de carreira, as reprovações nas “peneiras” dos times de vôlei, as grandes distâncias que tinha de percorrer para ir aos treinos, os trabalhos que tinha de fazer em paralelo para ajudar a família.

Enfim, mostrou que, por trás da trajetória de sucesso do líbero da seleção brasileira, que chegou a ser eleito o melhor jogador do mundo, há um menino que passou por dificuldades muito semelhantes às das crianças e adolescente atendidos pela Associação de Basquete de Foz do Iguaçu (Abasfi), Judofoz, Grupo Escoteiro Pedra que Canta, Velejar é Preciso e Programa de Iniciação e Incentivo ao Trabalho, da Itaipu, presentes na palestra.

serginho-do-volei-palestra-2

“Nem todos que participam de um projeto social voltado ao esporte vão se tornar atletas, mas os valores, a disciplina, a superação, são coisas que a gente leva para os estudos, para o trabalho, para a vida, de maneira geral”, afirmou o jogador.

“O voleibol, por exemplo, mostra como é vencer em grupo. É um jogo muito estudado, tem muita repetição, e no final a vitória é coletiva”, contou Serginho, que respondeu a diversas perguntas dos presentes.

Para a chefe da Assessoria de Responsabilidade Social da Itaipu, Heloísa Covolan, o objetivo da palestra foi proporcionar aos jovens o contato com um atleta exemplar, que passou por várias dificuldades, sem deixar de se dedicar aos estudos, aos treinos e à família. “As dificuldades fazem parte do aprendizado. Certamente, a fala do Serginho serviu de inspiração para essas crianças superarem seus desafios no esporte e na vida”, afirmou.

Para Fran Alves, secretária da Abasfi, o bate-papo com Serginho foi bastante produtivo para as crianças, especialmente pela mensagem de respeito aos pais e professores. “Com certeza, elas vão levar os treinos ainda mais a sério e correr atrás de seus objetivos”, comentou.

fran-e-josmar

Já Josmar Gouveia, professor do Judofoz, o encontrou proporcionou a oportunidade de ver o lado humano de um atleta como Serginho. “Eles vêem que a realidade deles não é tão distante da realidade do Serginho e que se ele superou aqueles obstáculos, eles também podem”, completou.

Força Voluntária

Além da palestra com Serginho, o programa Força Voluntária irá promover uma ação de conscientização em diversas escolas de Foz do Iguaçu, dentro dessa mesma temática (valores e perspectiva de vida), no próximo dia 19 de novembro. De acordo com a coordenadora do Força Voluntária, Lilian Paparella, para chegar aos temas propostos foi feita uma pesquisa às escolas participantes. A ação é feita com estudantes de 8 a 16 anos de idade.

Recomendado para você

Anúncio

Anúncio

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Anúncio

Parceria

Categorias

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana
Logo do ClickFoz