contato@clickfozdoiguacu.com.br

(45) 3521-4041

Rua Venanti Otremba, 772. Sala 1.

CEP 85852-020 - Foz do Iguaçu

Paraná - Brasil

© Copyright - 2017 Foznet Soluções Digitais - Todos os direitos reservados.

Anúncio

Educação em Foz do Iguaçu

Editora da Unila lança obra que analisa visão da imprensa sobre as fronteiras Livro é digital e tem acesso gratuito

Livro é digital e tem acesso gratuito


Por: Assessoria

Publicado em:

capa_frenteAcadêmicos de Jornalismo, de Relações Internacionais e áreas afins, pesquisadores da comunicação e demais interessados em estudar a mídia terão em breve a possibilidade de saber mais sobre o tema. A editora da Universidade Federal da Integração Latino-Americana (EDUNILA), lançou ontem, dia 02 de dezembro, a obra “Conexões (trans)fronteiriças: mídia, noticiabilidade e ambivalência”, a qual reúne artigos que analisam a visão de vários órgãos de imprensa sobre fatos recentes, envolvendo o Brasil e países vizinhos, como o Paraguai e a Bolívia.

Organizado pelas professoras Ada Machado da Silveira e Isabel Padilha Guimarães, o livro digital e de acesso gratuito foi lançado oficialmente em uma mesa-redonda em que, além de Ada, participaram o também professor Aníbal Orué Pozzo (Universidad Nacional del Este, de Ciudad del Este) e Denise Paro, jornalista da Front Press, agência de notícias da fronteira.

Com oito artigos de vários autores, a obra, segundo Ada, ilustra de maneira simples e clara como podem ser abordados os discursos da mídia por meio de proposições verbais e baseadas nas imagens. “De maneira original e distinta do sistema referencial corrente nos estudos de Jornalismo, analisamos as atividades noticiosas de diversos veículos de mídia, como jornais impressos e on-line, revistas semanais, telejornais, portais e agências de notícias”, escreve a organizadora na apresentação da obra.

Entre os órgãos de imprensa que tiveram sua cobertura analisada estão as revistas Veja, IstoÉ, CartaCapital e Época; jornais de circulação nacional, como Folha de S.Paulo, Valor Econômico e O Globo; estrangeiros, como o paraguaio La Nación; e de circulação local, caso de A Gazeta do Iguaçu, de Foz do Iguaçu. Programas televisivos, como o jornalístico Jornal Hoje, da Rede Globo, e o Conexões Urbanas, do canal por assinatura Multishow, também tiveram sua atividade noticiosa esmiuçada pelos autores.

Entre as notícias analisadas, estão as que mostram a questão do combate ao contrabando na Tríplice Fronteira, o impasse envolvendo a construção de uma estrada em uma área indígena boliviana e o relacionamento do governo brasileiro com os demais países da América do Sul no que diz respeito à questão energética, como no caso da Usina Hidrelétrica de Itaipu e do gasoduto Brasil–Bolívia.

Os artigos abrangem ainda a cobertura do La Nación sobre um dos fatos mais marcantes da recente história do Paraguai — o Massacre de Curuguaty. Escrito em espanhol, o texto analisa como o periódico, um dos mais importantes do país vizinho, retratou o acontecimento, de 2012, o qual deixou 17 mortos — 6 policiais e 11 campesinos.

Gratuidade

Segunda obra lançada pela EDUNILA, o livro “Conexões (trans)fronteiriças: mídia, noticiabilidade e ambivalência” foi apresentado à editora com base em um dos três editais de recebimento de originais para publicação atualmente abertos. Este, em específico, visa a publicação em mídia eletrônica, em regime de acesso aberto, de obras individuais e/ou coletâneas de conhecimento técnico, científico, cultural e didático, produzidas por autores em todos os campos do conhecimento, com destaque para os temas relacionados à América Latina e Caribe, para fins de difusão prioritariamente gratuita.

“Penso que é um grande acerto para a EDUNILA inaugurar as suas publicações em formato eletrônico e de livre acesso com este interessante livro sobre mídia na região fronteiriça. Os meios digitais e a internet atualmente são responsáveis pela maior parte das informações difundidas, seja no âmbito da comunicação jornalística, seja no âmbito das reflexões acadêmicas ou das descobertas científico-tecnológicas. Além disso, ao facilitar a divulgação dos produtos das investigações acadêmicas, publicando obras de livre acesso, a EDUNILA já nasce abraçando uma tendência bastante recente e, do meu ponto de vista, bastante oportuna, da edição universitária”, ressalta Analía Chernavsky, coordenadora da EDUNILA.

Recomendado para você

Anúncio

Rodízio de massas - Noite Italiana

Anúncio

Anúncio

Anúncio

Anúncio da revista D!VA

Categorias

Anúncio

City Tour Foz do Iguaçu

Assine

Logo do ClickFoz